uma homenagem

Lembro-me perfeitamente daquele dia. Assim que passei pela portaria ela me chamou na recepção.

“Bom dia K.!”

“Bom dia L.!”

“Eu trouxe algo para você” – disse entregando-me um pequeno embrulho – “eu percebi que você gosta muito de ler, então, fiz isso para você.”

Eu abri o embrulho toda sem jeito, pensando se eu tinha dado tanto na cara assim as minhas leituras para o pessoal da empresa. Dentro do embrulho uma surpresa: eram três marca-páginas de fita de cetim e pérolas. Um rosa, um lilás e um azul de modelo diferente dos outros.

Eu sorri agradecendo ainda muito sem graça e com a cabeça longe. Pensava preocupada no que ela tinha visto para levá-la aquilo. Ignorava completamente a importância do momento. Aquele pequeno embrulho seria um dos presentes mais significantes que eu ganharia na vida. Um presente feito à mão, da atenção, da observação, da delicadeza de um gesto sincero de uma amizade não profunda.

Passados muitos e muitos anos ainda tenho os marca-páginas rosa, lilás e azul, comigo e com eles a lembrança viva dessa pessoa. (Essas linhas são minha homenagem à ela, meu sincero gesto.)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s